PATROCINADORES

Turquia vai fazer buscas em consulado saudita em caso de jornalista desaparecido, diz fonte

ANCARA (Reuters) – Uma equipe conjunta de Turquia e Arábia Saudita vai fazer buscas no consulado da Arábia Saudita em Istambul nesta segunda-feira à tarde como parte de uma investigação sobre o desaparecimento do proeminente jornalista saudita Jamal Khashoggi, disse uma fonte diplomática turca.

Khashoggi, crítico das políticas de Riad e radicado nos Estados Unidos, desapareceu no dia 2 de outubro depois de entrar na missão diplomática de seu país em Istambul. A Turquia acredita que ele foi assassinado e teve o corpo removido, mas a Arábia Saudita nega as acusações.

“Espera-se que os buscas sejam realizadas nesta tarde”, disse a fonte.

A Turquia aceitou uma proposta saudita na semana passada de formar um grupo de trabalho conjunto para investigar o desaparecimento de Khashoggi, que provocou ameaças de sanções econômicas de aliados ocidentais contra Riad.

O príncipe Khaled al-Faisal, membro da família governante da Arábia Saudita e conselheiro do rei Salman, se encontrou com o presidente turco, Tayyip Erdogan, para discutir o desaparecimento de Khashoggi, segundo duas fontes com conhecimento do assunto.

Erdogan e o rei Salman falaram por telefone na noite de domingo e enfatizaram a importância de os dois países criarem o grupo de trabalho como parte da investigação.

(Reportagem de Tuvan Gumrukcu)

tagreuters.com2018binary_LYNXNPEE9E0LO-VIEWIMAGE

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.