PATROCINADORES

Presidente de Taiwan pede apoio internacional para defender democracia

TAIPÉ (Reuters) – A presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen, pediu neste sábado ajuda internacional para defender a democracia e o estilo de vida da ilha autônoma, após novas ameaças feitas pela China.

O pedido de Tsai foi feito dias depois de o presidente chinês, Xi Jinping, ter dito que ninguém pode mudar o fato de que Taiwan é parte da China, e que pessoas de ambos os lados desejam a “reunificação”.

“Esperamos que a comunidade internacional leve isso a sério, vocifere seu apoio e nos ajude”, disse Tsai na capital Taipé, referindo-se às ameaças da China de usar a força para retomar o controle sobre a ilha.

Se a comunidade internacional não apoiar um país democrático que está sendo ameaçado, “podemos perguntar qual nação será a próxima”, disse ela.

Taiwan é o assunto mais sensível para a China, que reivindica a ilha como seu território. Xi Jinping aumentou a pressão sobre a nação desde que Tsai, que é do pró-independência Partido Progressista Democrático, assumiu o poder em 2016.

O presidente chinês afirmou na quarta-feira que a China tem o direito de usar a força para retomar o controle sobre a ilha, mas que baralhará para uma “reunificação” pacífica.

(Reportagem de Yimou Lee)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 2 =

Pergunte para a

Mônica.