PATROCINADORES

Piratas sequestram 12 tripulantes em águas nigerianas

Por Michael Shields

ZURICH (Reuters) – Piratas sequestraram 12 membros da tripulação de um navio graneleiro suíço, neste sábado, em águas nigerianas, disse o operador da embarcação, em um comunicado.

Sequestro por resgate é um problema comum em partes da Nigéria. Vários estrangeiros foram sequestrados nos últimos anos, na região de Niger Delta, no sul, fonte da maior parte do petróleo que é o esteio da maior economia da África.

A Massoel Shipping, operadora do MV Glarus, disse que o barco carregando trigo viajava entre a capital comercial de Lagos, no sudoeste, e o porto de Harcourt, em Niger Delta, no sul, quando foi abordado por piratas, que levaram 12 dos 19 membros da tripulação. 

Afirmou que o ataque aconteceu por volta de 45 milhas náuticas ao sudoeste da Ilha de Bonny.

“A companhia está trabalhando com as autoridades e especialistas para garantir a libertação rápida e segura dos que foram sequestrados”, disse a Massoel Shopping, em um comunicado.

A nota não esclareceu a nacionalidade dos membros da tripulação.

O ministro das Relações Exteriores da Suíça afirmou que ficou sabendo, por meio da empresa, que nenhum dos tripulantes era da própria Suíça.

A polícia marítima e naval da Nigéria disse que não sabia do sequestro e que começaria a investigar.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze − três =

Pergunte para a

Mônica.