PATROCINADORES

México promete reprimir roubo de combustível depois de explosão fatal em duto

Por Dave Graham e Noe Torres

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) – O presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, prometeu neste sábado intensificar os esforços para erradicar o roubo de combustível, depois de uma explosão ter matado ao menos 66 pessoas e ferido dezenas de outras.

A explosão do duto, que havia sido supostamente perfurado por ladrões, lançou labaredas aos céus no município de Tlahuelilpan, no estado de Hidalgo, região central do México, na sexta-feira.

Imagens de vídeos mostraram moradores em correria para encher galões com combustível vazado do duto em meio a vítimas queimadas, levantando questionamentos sobre como López Obrador tem lidado com a questão, uma de suas promessas desde que assumiu o cargo, em 1 de dezembro.

Um veterano de esquerda, López Obrador lançou em 27 de dezembro uma operação de repressão e ordenou o fechamento temporário de dutos para interromper os desvios ilegais de bilhões de dólares da petroleira estatal Petróleos Mexicanos (Pemex), afundada em dívidas.

“Estamos longe de terminar o combate… contra o roubo de combustível, que vai se tornar mais forte, vamos continuar até que tenhamos erradicado essa prática”, disse López Obrador, que prometeu intensificar a presença de forças de segurança em áreas sensíveis.

Vídeos publicados em redes sociais mostraram pessoas enchendo galões junto ao duto durante o dia e na presença de forças armadas, levando a questionamentos sobre o motivo das autoridades não terem agido.

O governo diz que os soldados chegaram ao local depois de a Pemex ter detectado a perfuração ilegal, mas não tiveram tempo de assumir o controle da área.

(Reportagem de Dave Graham e Noe Torres)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − 15 =

Pergunte para a

Mônica.