PATROCINADORES

Maia diz a rádio que não cabe a ele especular sobre possível nova denúncia contra Temer

(Reuters) – O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta segunda-feira, em entrevista à rádio CBN, que não cabe a ele fazer especulações sobre uma possível nova denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer após a prisão de amigos do presidente, na semana passada, no âmbito do inquérito dos portos.

Maia afirmou que a crise atravessada pelo governo gera instabilidade, e que seu papel na posição de presidente da Câmara é buscar manter a estabilidade e tocar a agenda legislativa voltada neste momento para a segurança pública e a microeconomia.

“Tenho certeza que o meu papel nesse momento não é ficar especulando sobre a possível, ou não, nova denúncia”, disse Maia. “Acredito que como presidente da Câmara meu papel é continuar focando a pauta da Câmara na agenda que já está colocada, que tem um foco na segurança pública e outro foco na microeconomia.”

Maia também criticou “alguns do governo” pelo que chamou de enfrentamento político ao Ministério Público e ao Judiciário, em aparente referência ao ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, que tomou a linha de frente na defesa de Temer e disse que irá apresentar pedido de impeachment do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal.

Barroso é o relator no Supremo do chamado inquérito dos portos, em que Temer é investigado ao lado de aliados sob suspeita de corrupção passiva e lavagem de dinheiro na edição do decreto para prorrogar os contratos de concessão e arrendamento portuários. Na semana passada, amigos do presidente foram presos como parte dessa investigação.

(Por Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − três =

Pergunte para a

Mônica.