Document
PATROCINADORES

Líder supremo do Irã diz que administração ruim prejudica mais a economia do que sanções dos EUA

Por Parisa Hafezi

ANCARA (Reuters) – O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, acusou nesta segunda-feira o governo do país de má gestão econômica, e disse que é necessário melhorar a gestão pública para ajudar o país a resistir às novas sanções recém-impostas pelos Estados Unidos.

Washington impôs novamente sanções contra o Irã na última terça-feira, e o presidente norte-americano, Donald Trump, ameaçou penalisar outros países que continuarem a operar na República Islâmica.

O Irã tem denunciado as sanções como “unilateralismo dos EUA”.

“Mais do que as sanções, a má gestão econômica (do governo) está colocando pressão sobre iranianos comuns… Eu não chamo de traição, mas de um grande erro de administração”, disse Khamenei segundo a TV estatal, em sua primeira reação à retomada das sanções norte-americanas.

“Com melhor gestão e planejamento nós podemos resistir às sanções e superá-las”, acrescentou.

A moeda do Irã perdeu aproximadamente metade de seu valor desde abril em antecipação à retomada das sanções pelos Estados Unidos, em decorrência, principalmente, da alta na demanda de dólares por iranianos comuns tentando proteger suas economias.

tagreuters.com2018binary_LYNXMPEE7C0QM-VIEWIMAGE

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.