PATROCINADORES

Ex-premiê da Malásia é preso e enfrentará novas acusações de corrupção

KUALA LUMPUR (Reuters) – O ex-primeiro-ministro da Malásia Najib Razak foi preso nesta quarta-feira e enfrentará novas acusações de corrupção relacionadas a dinheiro supostamente desviado do fundo estatal 1Malaysia Development Berhad (1MDB), informou a agência de combate à corrupção do país.

Najib tem sido alvo de investigações desde que perdeu inesperadamente uma eleição geral em maio para Mahathir Mohamad, que retomou os inquéritos sobre alegações de que bilhões de dólares teriam sido desviados do 1MDB.

Em julho e agosto, Najib foi acusado de lavagem de dinheiro, violação de confiança e abuso de poder em relação ao 1MDB. As acusações se referem a fundos de cerca de 42 milhões de ringgits malaios (10,14 milhões de dólares) que supostamente foram desviados da SRC International, ex-unidade do 1MDB, para a conta pessoal de Najib.

Najib se declarou inocente de todas as acusações e tem negado repetidamente ter cometido qualquer infração.

Najib foi preso nesta quarta-feira devido a um depósito de 2,6 bilhões de ringgits malaios (627,79 milhões de dólares) feito em sua conta pessoal e será levado a um tribunal na quinta-feira, informou a Comissão Malaia de Combate à Corrupção (Macc) em comunicado.

(Reportagem de Rozanna Latiff)

tagreuters.com2018binary_LYNXNPEE8I15C-VIEWIMAGE

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.