PATROCINADORES

EUA dizem que ataque aéreo matou 18 militantes somalis

WASHINGTON (Reuters) – Forças dos EUA que atuam em autodefesa convocaram um ataque aéreo a militantes do al Shabaab, na província de Lower Juba, no sul da Somália, matando cerca de 18 extremistas islâmicos, disse neste sábado o Comando da África.

Tropas do governo somali que acompanham a unidade dos EUA mataram outros dois combatentes do grupo ligado à Al Qaeda com disparos durante o confronto ocorrido na sexta-feira.

“O ataque aéreo dos EUA foi realizado contra militantes depois que os EUA e as forças parceiras foram atacados”, disse o Comando da África, em comunicado.

“Atualmente, não avaliamos que civis tenham sido feridos ou mortos”.

O confronto ocorreu a cerca de 30 milhas a noroeste da cidade portuária de Kismayo, no Baixo Juba.

As forças dos EUA estão na Somália apoiando um governo apoiado pela ONU contra o al Shabaab, um grupo extremista islâmico que perdeu o controle da maioria das cidades do país depois de se retirar da capital, Mogadíscio, em 2011.

(Reportagem de Jonathan Landay)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 2 =

Pergunte para a

Mônica.