PATROCINADORES

Brasil abre 110.431 vagas formais de trabalho em melhor agosto desde 2013

BRASÍLIA (Reuters) – O Brasil registrou criação líquida de 110.431 mil vagas formais de emprego em agosto, melhor desempenho para o mês em cinco anos, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado nesta sexta-feira pelo Ministério do Trabalho.

O número, contudo, veio um pouco pior que o antecipado pelo presidente Michel Temer durante evento no fim desta manhã, quando anunciou a abertura de 117 mil vagas no período.

Questionada sobre a diferença, a assessoria de imprensa do Palácio do Planalto não se manifestou imediatamente.

O desempenho deste ano foi o mais forte para o mês desde 2013, quando foram criados 127.648 postos, ultrapassando com folga o saldo positivo de 35.457 empregos formais em agosto de 2017, conforme série histórica sem ajustes.

Dos oito setores pesquisados, sete ficaram no azul. O principal destaque foi para o setor de serviços, que criou 66.256 vagas no mês passado.

O comércio aparece em seguida, com abertura de 17.859 postos em agosto, seguido pela indústria da transformação (+15.764) e pela construção civil (+11.800) como os setores com maior contribuição positiva.

Em contrapartida, a agropecuária apresentou demissões líquidas de 3.349 vagas no período.

Na esteira da reforma trabalhista, houve 15.010 demissões mediante acordo empregado e empregador. Por outro lado, foram criados 3.996 postos de trabalho intermitente e outras 3.165 vagas de trabalho em regime de tempo parcial.

No acumulado dos oito meses do ano, houve criação líquida de 568.551 vagas, na série com ajustes, apontou o Caged.

Segundo dados mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa de desemprego caiu a 12,3 por cento no país no trimestre até julho. Ainda assim, registrou-se número recorde de desalentados diante das atuais incertezas em torno da economia, expondo a inconstância na retomada da atividade.

Nos três meses até julho, o Brasil tinha 12,868 milhões de desempregados.

(Mateus Maia e Iuri Dantas)

tagreuters.com2018binary_LYNXNPEE8K1PJ-VIEWIMAGE

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + treze =

Pergunte para a

Mônica.