PATROCINADORES

Bolsonaro reafirma grande plano de privatização e nega que esteja batendo de frente com Guedes

(Reuters) – O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, reafirmou nesta sexta-feira que seu governo terá um grande plano de privatização, ainda que setores estratégicos fiquem de fora, e negou que esteja tendo atritos com Paulo Guedes, apontado para comandar o ministério da Fazenda caso vença as eleições.

“Vai ser um grande plano de privatização? Sim, vai ser, mas com muita responsabilidade”, disse Bolsonaro em uma transmissão de vídeo, voltando a especificar que não pensa em privatizar Furnas, subsidiária de geração controlada pela Eletrobras.

“E pode ter certeza que o mercado não vai se decepcionar conosco não”, acrescentou.

Logo em seguida, o candidato fez questão de afirmar: “não estou batendo de frente com o Paulo Guedes, de jeito nenhum.”

“E, afinal de contas, eu concordo com 90 por cento do que ele diz e ele concorda com 90 por cento do nosso lado”, disse. “Está bem encaminhado esse casamento.”

Bolsonaro anunciou na quinta-feira, juntamente com outros nomes, Guedes como seu futuro ministro da Fazenda, caso seja eleito.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + dois =

Pergunte para a

Mônica.