PATROCINADORES

Ataque a instituição de ensino da Crimeia deixa ao menos 18 mortos

Por Tom Balmforth e Vladimir Soldatkin

MOSCOU (Reuters) – Um ataque a uma faculdade da península da Crimeia, no Mar Negro, matou ao menos 18 pessoas nesta quarta-feira, disseram autoridades e a diretora da instituição de ensino nesta quarta-feira.

Autoridades disseram que estão tratando o incidente como um ataque terrorista. Filmagens do local mostraram veículos de transporte blindados e caminhões militares alinhados no acesso à instituição de ensino na cidade de Kerch.

Um morador local disse que as autoridades instruíram os pais a pegarem os filhos em escolas e jardins da infância da cidade por segurança.

Olga Grebennikova, a diretora da faculdade, disse a veículos de notícia da Crimeia em uma entrevista diante da instituição que os corpos de crianças estavam por toda a parte.

O Comitê Investigativo, que investiga crimes graves, disse que as informações iniciais são de que um artefato explosivo repleto de objetos de metal explodiu no refeitório da escola.

O comitê informou em um comunicado que 13 pessoas morreram e cerca de 50 ficaram feridas, muitas delas adolescentes.

A Rússia anexou a península da Crimeia da Ucrânia quatro anos atrás, provocando repúdio internacional e sanções ocidentais.

Fotos do local da detonação publicadas pela Kerch FM mostraram as janelas do térreo do prédio de dois andares estraçalhadas e destroços espalhados pelo chão do lado de fora.

tagreuters.com2018binary_LYNXNPEE9G16U-VIEWIMAGE

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − 10 =