Document
PATROCINADORES

TSE rejeita pedido de Bolsonaro para suspender propaganda

O TSE rejeitou um pedido apresentado pela defesa de Jair Bolsonaro (PSL) para suspender uma propaganda de Geraldo Alckmin (PSDB) na TV e na internet. O vídeo contestado mostra diversos objetos sendo perfurados por balas. Sem citar diretamente Bolsonaro, a peça tucana termina com a mensagem “não é na bala que se resolve”. A solicitação foi rejeitada pelo tribunal sob o argumento de que a liberdade de expressão na campanha não pode ser vedada.

Por que é importante

Com o início da propaganda eleitoral, Geraldo Alckmin mira a desconstrução da imagem de Bolsonaro para melhorar seu desempenho nas pesquisas

Quem ganha

A campanha de Alckmin, que mantém o vídeo em exibição

Quem perde

Bolsonaro, derrotado no TSE

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.