PATROCINADORES

TSE falhou no combate às fake news, avaliam ministros

No início da campanha eleitoral, o TSE prometeu rigor no combate ao compartilhamento de notícias falsas. A menos de duas semanas do segundo turno, a avaliação de alguns ministros é de que o tribunal falhou na missão. Segundo a coluna da Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, o magistrados consideram que o TSE está “no meio do vendaval” e que agora seria tarde para tomar qualquer providência efetiva contra a propagação das fake news.

Por que é importante

As notícias falsas disseminadas pela internet durante a eleição tumultuam o debate, atrapalham o eleitor na definição do voto e podem causar danos irreparáveis às candidaturas

Quem ganha

Políticos que tiraram vantagem do compartilhamento dos conteúdos mentirosos

Quem perde

O processo eleitoral como um todo e o TSE, que não foi eficiente na promessa

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − quinze =

Pergunte para a

Mônica.