Pesquisar
PATROCINADORES
PATROCINADORES

Trabalhadores dos Correios desistem de greve 

Decisão veio após aprovação de proposta de reajuste salarial e crédito de extra no vale alimentação

Os sindicatos dos Correios das cidades de Bauru (SP) e dos estados do Rio de Janeiro e Maranhão, representados pela Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios (Findect), aprovaram nesta quarta-feira (22) a proposta enviada pela empresa e decidiram não entrar em greve.

Os representantes dos trabalhadores da cidade de São Paulo ainda irão se manifestar em outra assembleia, nesta quinta-feira (23), mas a tendência é de aprovação da proposta da empresa.

A paralisação iria começar na quinta, véspera da Black Friday. Segundo a entidade, a greve era uma resposta ao que a federação chamou de recusa dos Correios em resolver questões relacionadas à assinatura de acordo coletivo. De acordo com a federação, a empresa apresentou um termo corrigindo 12 das 26 demandas, e os sindicatos orientaram os trabalhadores pela aprovação.

Entre as medidas acordadas está um reajuste salarial de R$ 250 para os empregados a partir de janeiro de 2024 para os que recebem até R$ 7.000. Os Correios também concederão um crédito de R$ 1.500 extras no vale alimentação.

Mais cedo, os Correios informaram que a empresa estava preparada para garantir a normalidade dos serviços durante a Black Friday, caso as assembleias desses sindicatos tivessem aprovado paralisação parcial e pontual

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.

[monica]
Pesquisar

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.