Document
PATROCINADORES

Tom morno marca primeiro debate entre os presidenciáveis na TV

A TV Bandeirantes realizou o primeiro debate entre os presidenciáveis na noite de quinta-feira (9). O encontro foi marcado pelo tom morno e poucos duelos entre os candidatos. Alvaro Dias (Podemos) focou na importância da Lava Jato e insistiu que vai convidar o juiz federal Sérgio Moro para ser ministro (falta saber o que Moro acha disso). Ciro Gomes (PDT) prometeu limpar o nome de 63 milhões de brasileiros para estimular a liberação de crédito no país (sem falar como). Geraldo Alckmin (PSDB) defendeu a reforma trabalhista e maior abertura econômica para o Brasil voltar a ser competitivo. Marina Silva (Rede) até tentou polemizar com o tucano, questionando a aliança dele com o Centrão. Henrique Meirelles (MDB) buscou associar os períodos de crescimento econômico do país com suas passagens pelo Banco Central e Ministério da Fazenda. Jair Bolsonaro (PSL) esteve mais controlado, mas manteve opiniões polêmicas e criticou a política de direitos humanos. Guilherme Boulos (PSOL) e Cabo Daciolo (Patriota) tentaram partir para o ataque. Boulos mirou Alckmin, Bolsonaro e Meirelles e indicou que, se eleito, irá revogar as medidas aprovadas pelo governo do presidente Michel Temer. Com perguntas sem sentido e apelando para conspirações (e Deus), Daciolo roubou a cena e foi o candidato mais citado nas redes sociais.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.