PATROCINADORES

Suposto operador do PSDB, Paulo Preto volta a ser preso

O ex-diretor da Dersa Paulo Vieira de Souza voltou a ser preso pela Polícia Federal nesta quarta-feira (30). Paulo Preto, como é conhecido, foi detido por descumprir medidas judiciais. Ele estava em liberdade por conta de uma habeas corpus concedido pelo ministro do STF Gilmar Mendes. Souza é investigado por desvio de dinheiro em obras viárias de São Paulo.

Por que é importante

Delatores apontam Paulo Preto como operador de propinas que teriam abastecido campanhas políticas do PSDB em São Paulo

Quem ganha

O MPF, que havia pedido a volta do ex-diretor da Dersa para a prisão

Quem perde

O PSDB paulista, com o temor de uma delação premiada

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 4 =

Pergunte para a

Mônica.