PATROCINADORES

STJ tira de Moro investigação que envolve Richa

O STJ determinou na quarta-feira (19) que a investigação da 53ª fase da Lava Jato, que teve como um dos alvos o ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB), seja retirada da competência do juiz Sérgio Moro e remetida para outra vara da Justiça Federal em Curitiba. O ministro Og Fernandes, relator do caso, considerou que os elementos apurados até o momento não têm relação com a operação e, portanto, não devem ser julgados por Moro. Richa, que é candidato ao Senado, chegou a ser preso em uma outra investigação no estado. Ele foi solto após ser beneficiado com um habeas corpus concedido pelo ministro Gilmar Mendes, do STF.

Por que é importante

A chamada Operação Piloto apura se Beto Richa recebeu propina da Odebrecht em 2014 para favorecer a empreiteira na licitação da duplicação de uma rodovia no Paraná

Quem ganha

Richa, que está livre para fazer campanha e não será mais julgado por Moro

Quem perde

A Lava Jato

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × três =

Pergunte para a

Mônica.