PATROCINADORES

STF livra Bolsonaro da denúncia de racismo

Por 3 votos a 2, a Primeira Turma do STF rejeitou a denúncia contra Jair Bolsonaro (PSL) por racismo e manifestação discriminatória contra quilombolas, indígenas e refugiados. O julgamento foi retomado nesta terça-feira (11) com o voto decisivo do ministro Alexandre de Moraes. O candidato do PSL à Presidência da República foi acusado de racismo pela Procuradoria-Geral da República por sua fala em uma palestra no Clube Hebraica do Rio de Janeiro – em abril de 2017. Segundo a denúncia da PGR, o deputado teria usado expressões de cunho discriminatório, incitando o ódio e atingindo diretamente vários grupos sociais. A maioria dos membros do colegiado entendeu que não houve crime nas declarações de Bolsonaro por ele estar protegido pela imunidade parlamentar.

Por que é importante

O eventual recebimento da denúncia pelo STF poderia complicar a candidatura de Bolsonaro

Quem ganha

Bolsonaro, que se livra de virar réu

Quem perde

A PGR, que defendia o prosseguimento do caso

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − 13 =

Pergunte para a

Mônica.