Document
PATROCINADORES

Corte deve confirmar abertura de comissão para apurar conduta do governo na pandemia

O presidente do STF, Luiz Fux, antecipou para quarta-feira (14) o julgamento sobre a instalação da CPI da Covid no Senado. A tendência é que a maioria da Corte siga no plenário a decisão liminar do ministro Roberto Barroso, que determinou ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), a abertura da comissão para apurar a conduta do governado federal no combate à pandemia do novo coronavírus. Nos bastidores, segundo a coluna da Bela Megale, no jornal O Globo, os magistrados avaliam que as reações do presidente Jair Bolsonaro – especialmente as críticas contra Barroso – podem ter um efeito contrário. O entendimento de alguns ministros é que, no momento, qualquer recuo significaria ceder à intimidação que Bolsonaro tenta exercer sobre a Corte.

Por que é importante

A instauração da CPI tem sido considerada um possível foco de desgaste para o governo Jair Bolsonaro

Quem ganha

Roberto Barroso, que deve contar com o apoio da maioria de seus colegas de Supremo

Quem perde

Bolsonaro, que pode não conseguir barrar ou minimizar os efeitos da comissão

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.