PATROCINADORES

STF confirma parcialidade de Moro na Lava-Jato

A maioria do plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou a suspeição do ex-juiz federal Sérgio Moro na condução dos julgamentos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), nos casos da Operação Lava-Jato. Os julgamentos deverão ser reiniciados na Justiça Federal do Distrito Federal. Dos onze ministros, seis votaram a em favor de um recurso da defesa de Lula. Outros dois votaram contra. O julgamento segue, faltando três pareceres. Porém, o resultado está dado se nenhum ministro resolver reformar sua decisão.

Foram a favor do recurso da defesa de Lula os ministros Gilmar Mendes, Alexandre de Moraes, Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli, Cármen Lúcia e Kassio Nunes Marques. Os ministros Edson Fachin, relator da ação, e Luís Roberto Barroso, votaram contra a suspeição do juiz, que feriu o instituto da imparcialidade ao orientar a acusação.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 4 =

Pergunte para a

Mônica.