PATROCINADORES

STF absolve Gleisi Hoffmann em ação na Lava Jato

Por 3 votos a 2, a Segunda Turma do STF decidiu na terça-feira (19) absolver a presidente do PT, a senadora Gleisi Hoffmann (PR), e o marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. O casal foi acusado de negociar e arrecadar R$ 1 milhão para a campanha de Gleisi em 2010. Relator da ação, o ministro Edson Fachin propôs a condenação da senadora pelo crime eleitoral de caixa dois por não ter declarado à Justiça Eleitoral R$ 250 mil que teriam sido recebidos pelo seu comitê. O voto foi seguido somente por Celso de Mello. Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski votaram pela absolvição integral de Gleisi e Paulo Bernardo, por falta de provas.

Por que é importante

A denúncia foi fundamentada com base em delações premiadas. Os ministros divergentes apontaram inconsistências e contradições, criticando a falta de provas materiais. O colegiado sinaliza que outros parlamentares poderão ser absolvidos em ações semelhantes

Quem ganha

Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo

Quem perde

A Lava Jato e a Procuradoria-Geral da República

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 3 =

Pergunte para a

Mônica.