PATROCINADORES

STF absolve deputado acusado de desvio de salários de servidores

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira (12), por unanimidade, absolver o deputado federal Wladimir Costa (SD-PA) do crime de peculato por falta de provas. Em 2005 ele e seu irmão, Wlaudecir da Costa, foram acusados de desvio de salários de funcionários do gabinete dele na Câmara. Segundo O Ministério Público, três servidores de Wladimir Costa repassaram ao deputado e ao irmão parte dos vencimentos.

Por que é importante

O deputado Wladimir Costa ficou conhecido por ter tatuado no ombro o nome do presidente Michel Temer e ter dado um tapa em um professor no Pará, em abril

Quem ganha

O deputado e seu irmão

Quem perde

A Procuradoria-Geral da República (PGR), que denunciou o deputado

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 4 =

Pergunte para a

Mônica.