PATROCINADORES

STF abre caminho para a prisão do ex-presidente Lula

O plenário do STF decidiu já na madrugada desta quinta-feira (5), por 6 votos a 5, negar o habeas corpus preventivo ao ex-presidente Lula – condenado a doze anos e um mês de reclusão pelo TRF-4. Assim, o petista poderá ser preso nos próximos dias. Votaram a favor de Lula: Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio Mello e Celso de Mello. Contra ele: Edson Fachin, Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux e Cármen Lúcia. Coube à presidente do Supremo desempatar o julgamento e sacramentar a decisão. Por ironia do destino, dos sete ministros indicados pelos governos petistas (Lula e Dilma), cinco votaram contra o ex-presidente.

Por que é importante

O julgamento histórico no STF abre caminho para a prisão de um ex-presidente da República pela primeira vez desde a redemocratização. Antes, já haviam sido detidos Hermes da Fonseca, Arthur Bernardes, Washington Luís e JK

Quem ganha

O MPF, principalmente a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e os integrantes da força-tarefa da Lava Jato

Quem perde

A Era Lula está perto do fim. Além da iminente prisão, Lula estará fora da eleição deste ano por conta da Lei da Ficha Limpa

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − 4 =

Pergunte para a

Mônica.