PATROCINADORES

Solidário, Suplicy se oferece para ir preso com Lula

Na iminência de ir para a cadeia, o ex-presidente Lula pode ganhar um inesperado – e um tanto aborrecido – companheiro de cela. No Facebook, o vereador Eduardo Suplicy (PT) publicou uma mensagem mostrando sua solidariedade e se oferecendo para ir preso junto com o ex-presidente. “Transmiti a ele [Lula] que quando ele for preso, se for possível da parte da Justiça, disponho-me a acompanhá-lo e ficar com ele, até que tenha de fato um julgamento em que se dê a ele o mais completo direito de defesa”, postou.

Em entrevista a MONEY REPORT, o vereador confirmou a boa intenção: “Se quem for responsável pela prisão de Lula permitir, eu me disponho a acompanhá-lo”, disse. “Estarei com ele todos os dias, até que tenha a oportunidade de um julgamento transitado em julgado.” Para o vereador petista, a prisão de Lula é “chocante”.

Quem conhece o vereador Suplicy – e sua pregação ideológica – pode pensar: pena pior que essa nem Sergio Moro imaginaria.

Por que é importante

A rejeição do habeas corpus pelo STF abriu caminho para a prisão de Lula

Quem ganha

O programa "Renda Mínima". Na cadeia, Suplicy terá tempo de sobra para explicar em detalhes seu lema na vida política

Quem perde

Lula, que terá de aguentar as patacoadas de Suplicy, além do bom senso. Afinal, a ideia é descabida e não está prevista na legislação brasileira

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

3 respostas

    1. Ele sabe como funciona….mas quer fama também…..acha que a Justiça vai deixar ele de Dama de companhia na cela….conta pra outro essa história….

  1. Quem não entendeu foram os coxinhas , Suplicy ao contrário do que se imagina é um homem de grande sabedoria , o que ele quis mostrar realmente era quanto injusta é a prisão do LULA !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × quatro =

Pergunte para a

Mônica.