PATROCINADORES

Cármen Lúcia diz que não há motivos para rever prisões

A presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, reafirmou em entrevista ao Jorna Nacional, da TV Globo, que não irá pautar novamente a questão da possibilidade de execução da pena após encerrados os recursos na segunda instância porque não vê motivos para que a corte volte a julgar “abstratamente” o tema. “A decisão foi tomada em 2016 e com repercussão geral. Não há nenhuma razão para que a matéria volte agora abstratamente para levar à mudança da jurisprudência”, disse.

Por que é importante

Cármen Lúcia enfrenta pressão de seus colegas no STF para incluir o assunto na pauta de julgamentos. O ministro Celso de Mello convocou os membros do Supremo para uma reunião informal nesta terça-feira (20) para discutir a questão

Quem ganha

A presidente do STF ganhou apoio nas redes sociais. A hashtag #ResistaCarmenLucia era uma das mais comentadas no Twitter

Quem perde

A pressão e a convocação de uma reunião informal indicam que o STF está rachado

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 2 =

Pergunte para a

Mônica.