PATROCINADORES

Senadores desistem de proposta que diminuía transparência eleitoral

O Senado aprovou na noite desta terça-feira (17) um projeto que trata sobre o financiamento das campanhas eleitorais em 2020. Os valores destinados às eleições municipais, no entanto, ainda precisam ser definidos na lei orçamentária, que será votada até o fim do ano — em 2018, o fundo eleitoral recebeu R$ 1,7 bilhão. Por outro lado, os senadores derrubaram pontos polêmicos do projeto, que dificultariam a fiscalização das campanhas. Como o texto foi alterado pelo Senado, ele volta para a Câmara dos Deputados antes de seguir para sanção presidencial.

Por que é importante

Apesar de ter vetado os pontos mais controversos da proposta, o Senado abriu uma brecha para os gastos eleitorais aumentarem no ano que vem. O valor a ser destinado vai depender da lei orçamentária que será aprovada

Quem ganha

A opinião pública, que pressionou os parlamentares contra as mudanças polêmicas

Quem perde

Congressistas que tentaram aprovar as mudanças sem o devido debate

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − 11 =

Pergunte para a

Mônica.