PATROCINADORES

Sem imprensa livre, o Estado não funciona, diz Cármen Lúcia

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, defendeu nesta segunda-feira (11) a liberdade de imprensa como fator indispensável para o exercício da democracia. “Sem imprensa livre, a Justiça não funciona bem, o Estado não funciona bem”, disse, durante o seminário “30 anos sem censura: a Constituição de 1988 e a liberdade de imprensa”, realizado no STF pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Por que é importante

A fala da ministra Cármen Lúcia se dá no momento em que o CNJ contabiliza 2.373 processos contra veículos de comunicação, muitos deles movidos por políticos

Quem ganha

A imprensa e a democracia

Quem perde

O autoritarismo e a censura

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × quatro =

Pergunte para a

Mônica.