Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Sem Bolsonaro e Guedes, reforma da Previdência é promulgada

Sem Bolsonaro e Guedes, reforma da Previdência é promulgada

O Congresso Nacional promulgou na manhã desta terça-feira (12) a reforma da Previdência. O presidente Jair Bolsonaro (PSL) e o ministro Paulo Guedes (Economia) não estiveram presentes na cerimônia. O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), minimizou as ausências. “Eu acho que não é sinal de nada. A gente às vezes faz um cavalo de batalha por uma fotografia”, disse.

Alcolumbre destacou a importância do trabalho do Congresso para aprovar o texto que altera as regras de aposentadorias e pensões para mais de 72 milhões de pessoas. “Promulgaremos as mudanças no sistema previdenciário brasileiro, o maior dos últimos 30 anos. Isso foi um esforço coletivo, de todos os parlamentares”, afirmou. “Temos consciência do tamanho da nossa responsabilidade. O Senado e a Câmara estão construindo um caminho para unirmos as forças do Parlamento, com a participação do governo federal, para realizarmos também uma reforma tributária onde o grande beneficiado será o povo brasileiro”, acrescentou.

A principal medida da reforma é a fixação de uma idade mínima (65 anos para homens e 62 anos para mulheres) para a aposentadoria. O projeto foi apresentado pelo governo para reduzir o déficit nas contas públicas. A expectativa é que as mudanças gerem uma economia de mais de R$ 800 bilhões nos próximos dez anos, além de melhorar o ambiente de negócios no país, essencial para destravar os investimentos locais e estrangeiros.

Envie seu comentário

catorze − treze =