Document
PATROCINADORES

Salles é alvo de ação da Polícia Federal e tem sigilos quebrados

A Polícia Federal cumpre nesta quarta-feira (19) 35 mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao ministro Ricardo Salles e no Ministério do Meio Ambiente. Segundo a Folha de S. Paulo, a ação foi autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF, e tem como objetivo apurar crimes de corrupção, advocacia administrativa, prevaricação e facilitação de contrabando que teriam sido praticados por agentes públicos e empresários do ramo madeireiro. Moraes também determinou a suspensão de um despacho do ano passado do Ibama, que permitia a exportação de produtos florestais sem a necessidade de emissão de autorizações.​ A PF suspeita que o texto teria sido elaborado a pedido de empresas com carregamentos apreendidos no exterior e serviu para facilitar a regularização de cerca de 8 mil cargas de madeira ilegal. Ainda na decisão, o ministro do Supremo autorizou a quebra dos sigilos bancário e fiscal de Salles. Já o presidente do Ibama, Eduardo Bim, foi afastado do cargo.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.