Document
PATROCINADORES

Roberto Jefferson perde o porte de armas

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, relator do inquérito das fake news, despachou em 23 de agosto um ofício ao comandante do Exército, general Paulo Sérgio de Oliveira, comunicando que sustou “todos os portes de arma em nome de Roberto Jefferson”. A mesma ordem foi enviada ao chefe da Polícia Federal, delegado Paulo Maiurino. Assim, Jefferson não poderá portar armas na rua (de forma oculta) ou mantê-las prontas para uso em seus veículos.

Detido em 13 de agosto, o presidente do PTB tem em seu nome 13 armas de fogo, segundo mostram Dados do Sistema de Gerenciamento Militar de Armas. Ele é inscrito como Colecionador, Atirador desportivo e Colecionador (CAC). O porte foi suspenso, mas não está claro se ele manterá a posse ou os armamentos seriam apreendidos.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.