Document
PATROCINADORES

Relatório da PF indica que Temer recebeu propina da Odebrecht

A Polícia Federal indiciou o presidente Michel Temer (MDB) por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em inquérito que apura repasses da Odebrecht. Segundo a Reuters, o relatório da PF aponta que Temer recebeu da empreiteira propinas de ao menos R$ 1,43 milhão por meio de intermediários. O Palácio do Planalto classificou as conclusões no inquérito de “um atentado à lógica e à cronologia dos fatos”. O documento elaborado pela PF segue para a Procuradoria-Geral da República que pode usá-lo como base para o oferecimento de uma denúncia, pedir novas investigações ou até solicitar o arquivamento do caso ao STF.

Por que é importante

Delatores da Odebrecht afirmaram que, em um jantar no Palácio do Jaburu, acertaram com Temer e aliados um repasse de R$ 10 milhões em recursos ilícitos para campanhas do MDB em 2014

Quem ganha

A PF, que concluiu o relatório e indiciou o presidente

Quem perde

Temer, que pode sofrer uma nova denúncia

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.