PATROCINADORES

Rede, de Marina Silva, avalia fusão com o PV

Sem ter atingido um desempenho mínimo nas urnas, a Rede deverá perder o direito ao Fundo Partidário e ao tempo gratuito de rádio e TV no período de 2019 a 2023. Segundo o Estadão, diante do cenário, o partido de Marina Silva cogita se fundir ao PV. A possibilidade estaria sendo discutida entre membros dos dois partidos, que estavam coligados na campanha presidencial. Ao eleger apenas um deputado federal, a Rede não conseguiu ultrapassar a chamada cláusula de desempenho. Já o PV, com quatro cadeiras na Câmara, superou as novas regras estabelecidas pelo TSE.

Por que é importante

A Rede, que surgiu de uma dissidência do PV, pode voltar às suas origens

Quem ganha

O PV, que reforçaria sua bancada

Quem perde

O partido de Marina, que corre risco de ser extinto

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + 17 =

Pergunte para a

Mônica.