Document
PATROCINADORES

Quase superpartido já espera desfiliações e mira em 2022

A fusão entre o Democratas e o PSL que deveria gerar um superpartido deve causar perdas pelo caminho, isso de acordo com as contas do DEM -, na legislatura atual somam 88 parlamentares (81 deputados e 7 senadores). Porém, 30 filiados de ambos devem migrar para outras siglas se operação acontecer, apontam as informações do jornal Folha de S.Paulo neste sábado (25). Caso ocorra a previsão do presidente do Democratas, ACM Neto (BA) (imagem), a alcunha de superpartido perde o sentido, pois, serão somados aproximadamente 58 parlamentares, próximo da atual bancada do PSL na Câmara, que conta com 54 deputados e no final, quem ganha são os outros partidos. Porém, é necessário avaliar o desempenho do quase superpartido nas eleições de 2022.

A executiva nacional do Democratas decidiu dar seguimento ao processo de união na terça-feira (21) e não parece preocupado com desfiliações. O próximo passo é a aprovação na convenção nacional que deve ocorrer em novembro. O PSL deve reunir a própria executiva nas próximas semanas.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.