PATROCINADORES

PSDB vai se manter neutro no segundo turno

Presidente nacional do PSDB e quarto colocado no primeiro turno das eleições presidenciais, Geraldo Alckmin anunciou nesta terça-feira (9) que o partido não vai apoiar nem Jair Bolsonaro (PSL) nem Fernando Haddad (PT) no segundo turno. A declaração foi dada após reunião da Executiva Nacional tucana. A decisão libera militantes e diretórios do partido a apoiarem quem quiser no pleito, e contrasta com as declarações de João Doria, candidato ao governo de São Paulo. Para ele, o PSDB deveria sair de cima do muro e apoiar Bolsonaro contra Haddad.

Por que é importante

O anúncio do PSDB demonstra as dificuldades de Bolsonaro e Haddad em angariar apoio do centro político

Quem ganha

Bolsonaro, que terminou o primeiro turno muito à frente do candidato do PT

Quem perde

Haddad, que se vê ainda mais isolado na disputa presidencial

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 + 5 =

Pergunte para a

Mônica.