PATROCINADORES

Proposta de delação premiada mira ex-governador Beto Richa

O ex-diretor da Secretaria de Educação do Paraná Maurício Fanini disse que pagou com propina gastos de campanhas e despesas pessoais do ex-governador do estado Beto Richa (PSDB) entre 2002 e 2015. As informações constam em uma proposta de colaboração premiada feita à Procuradoria-Geral da República (PGR). Os documentos foram obtidos e divulgados nesta terça-feira (5) pela RPC e pelo G1 Paraná.

Por que é importante

A eventual delação atinge um dos políticos do PSDB com maior influência na região Sul do Brasil

Quem ganha

O MPF, que pode ampliar a investigação contra o ex-governador

Quem perde

Richa, que é pré-candidato ao Senado

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − 2 =

Pergunte para a

Mônica.