PATROCINADORES

Procuradoria quer 386 anos de prisão para Cunha

O Ministério Público Federal (MPF) pediu à Justiça que os ex-presidentes da Câmara Eduardo Cunha (MDB) e Henrique Eduardo Alves (MDB) sejam condenados, respectivamente, a 386 anos e 78 anos de prisão, revelou o jornal O Estado de S. Paulo. As penas constam nas alegações finais no âmbito da ação penal derivada da operação Sépsis, que investiga desvios no fundo de investimentos do FI-FGTS. O MPF acusa Cunha de ter cometido os crimes de corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro e prevaricação. Já Henrique Alves responde por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Por que é importante

As alegações finais são a última etapa do processo antes das sentenças. O caso tramita na 10ª Vara Federal em Brasília sob titularidade do juiz Vallisney de Souza Oliveira

Quem ganha

O combate à corrupção

Quem perde

Conforme o Estadão, os procuradores pedem também uma multa de R$ 13,7 milhões para Cunha e R$ 3,2 milhões para Alves

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × dois =

Pergunte para a

Mônica.