Document
PATROCINADORES

Previdência não sai este ano se não for aprovada em fevereiro, diz Maia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse a empresários, em Nova York, que não será fácil votar a reforma da Previdência até 19 de fevereiro e que, apesar da prioridade que é dada à pauta, isso é feito sem “nenhum tipo de otimismo”. Maia afirmou ainda que “não conseguirá votar mais” se a reforma não for aprovada até 19 de fevereiro.

Por que é importante

O presidente da Câmara destacou aos empresários que o governo hoje não tem a base para votar a reforma. Segundo ele, dos 360 aliados que havia na Câmara antes das denúncias contra o presidente Michel Temer, sobraram 250

Quem ganha

Parlamentares da base aliada do governo que não precisarão se manifestar se a votação for adiada

Quem perde

O próprio Maia, empenhado diretamente na aprovação da reforma, e Henrique Meirelles, que poderia fazer uso eleitoral da pauta

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.