Document
PATROCINADORES

Presidente do Uruguai quer flexibilizar regras do Mercosul

O governo uruguaio apresentou uma proposta de flexibilização que permitiria aos integrantes da esfera do Mercosul maior liberdade em negociações e acordos comerciais unilaterais fora do bloco. O texto está submetida a uma avaliação na reunião extraordinária do Conselho do Mercado Comum (CMC), presidida pela Argentina, que acontece nesta segunda-feira (26). O encontro se dá por videoconferência e sob sigilo. Uruguai e Paraguai se mostram os mais interessados nesta mudança.

A maior crítica do presidente uruguaio Luis Lacalle Pou (imagem) ao Mercosul é a lentidão nas decisões. Como o bloco é movido por consenso, mas não há uma votação em si. “Aqueles que não desejam avançar, por qualquer que seja o motivo, devem permitir que os demais avancem”, afirmou. Durante a Conferência de Cúpula dos 30 anos do Mercosul, o presidente uruguaio destacou que o bloco não pode ser lastro para impedir o avanço comercial dos países integrantes. O presidente argentino, Alberto Fernández, não gostou. Ele respondeu que se o Uruguai considera a Argentina um lastro, que pegue outro barco.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.