Document
PATROCINADORES

Prefeito de São Paulo, Bruno Covas morre aos 41 anos

O Hospital Sírio-Libanês comunicou neste domingo (16) a morte do prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), por complicações em decorrência de um câncer no sistema digestivo com metástase nos ossos e no fígado. Covas, de 41 anos, estava internado em uma unidade no centro da capital paulista desde 2 de maio, quando também se licenciou do cargo. Na última sexta, a equipe médica que atendia o tucano revelou uma piora e a irreversibilidade do quadro do prefeito. Nas últimas horas de vida, Bruno Covas recebeu sedativos e analgésicos para não sentir dores e esteve acompanhado de familiares, entre eles o filho Tomás, de 15 anos. Com a morte do político, o vice Ricardo Nunes (MDB) irá assumir o posto.

Confira a nota divulgada pela prefeitura de São Paulo:

“O prefeito de São Paulo Bruno Covas faleceu hoje às 08:20 em decorrência de um câncer da transição esôfago gástrica, com metástase ao diagnóstico, e suas complicações após longo período de tratamento. Ele estava internado no Hospital Sírio-Libanês desde o dia 2 de maio, sob os cuidados das equipes médicas coordenadas pelo Prof. Dr. David Uip, Dr. Artur Katz, Dr. Tulio Eduardo Flesch Pfiffer, Prof. Dr. Raul Cutait e Prof. Dr. Roberto Kalil.”

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.