Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

PGR pede revogação de liminar que travou investigações com dados do antigo Coaf

PGR pede revogação de liminar que travou investigações com dados do antigo Coaf

Em manifestação encaminhada ao STF, o procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu aos ministros que revoguem a liminar do presidente da Corte, ministro Dias Toffoli, que paralisou as ações e investigações baseadas em dados fiscais da Unidade de Inteligência Financeira (UIF), antigo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). Aras argumentou que a medida de Toffoli enfraquece o combate à corrupção e afeta a imagem do país entre órgãos internacionais que apuram crimes de lavagem de dinheiro. Além disso, o PGR defendeu que o compartilhamento das informações sem aval judicial não viola o sigilo bancário e fiscal dos contribuintes.

Por que é importante
O STF julga nesta quarta-feira (20) a legalidade do compartilhamento de dados do antigo Coaf sem autorização prévia da Justiça
Quem ganha
A liminar de Toffoli beneficiou diretamente o senador Flavio Bolsonaro (Sem partido-RJ), alvo de uma apuração sobre um esquema de rachadinha
Quem perde
O Ministério Público e a Polícia Federal, se a decisão for mantida pela maioria dos ministros