PATROCINADORES

PGR defende arquivamento de inquérito que apura pagamentos da Odebrecht a Maia

O ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ) caminha para se livrar do inquérito instaurado para apurar supostos pagamentos feitos pela Odebrecht a ele e seu pai, o vereador Cesar Maia (DEM-RJ). Segundo o jornal O Globo, a Procuradoria-Geral da República (PGR) contrariou o relatório da Polícia Federal (PF) e pediu ao STF o arquivamento do caso. A PF imputava aos dois os crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica eleitoral (caixa dois). Já a PGR considerou que não havia provas suficientes para apresentar denúncia contra eles.

Por que é importante

O inquérito foi instaurado no âmbito da delação premiada de executivos da Odebrecht. Rodrigo Maia ainda é alvo de outra apuração, sobre pagamentos da OAS em troca de obter vantagens do parlamentar em sua atuação no Congresso

Quem ganha

Rodrigo e Cesar Maia, se o STF votar pelo arquivamento do caso

Quem perde

A PF, contrariada pela PGR

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.