PATROCINADORES

PF vê indícios de que Temer atuou para comprar silêncio de Cunha

A Polícia Federal acredita que o presidente Michel Temer (MDB) participou da tentativa de compra de silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (MDB) e do operador Lúcio Funaro. Segundo o jornal O Globo, a PF encontrou “indícios suficientes de materialidade e autoria” atribuíveis a Temer. O presidente incentivou o empresário Joesley Batista a fazer pagamentos a Cunha e Funaro para que os dois não fechassem acordos de delação premiada. As informações constam no relatório final da Operação Cui Bono, que investiga irregularidades na Caixa Econômica.

Por que é importante

A acusação é baseada na delação de Joesley Batista. O empresário gravou Temer e afirmou que estava "de bem" com Cunha. Na ocasião, o presidente respondeu: "Tem que manter isso aí, viu?". O diálogo foi interpretado como uma ação para manter o ex-deputado em silêncio

Quem ganha

A Procuradoria-Geral da República, que denunciou o presidente no caso

Quem perde

Temer. O processo contra ele voltará a tramitar assim que ele terminar o mandato

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + 1 =

Pergunte para a

Mônica.