PATROCINADORES

PF apura origem de R$ 23,6 milhões em contas de amigo de Temer

A Polícia Federal identificou R$ 23,6 milhões em contas pessoais e de empresas do coronel aposentado João Baptista Lima Filho – amigo do presidente Michel Temer (MDB). Segundo o jornal Folha de S. Paulo, a PF apura a origem do dinheiro e se o montante teria sido arrecadado por meio de serviços ilícitos. O coronel Lima é um dos alvos do chamado inquérito dos portos, que investiga se Temer teria recebido propina em troca da edição de um decreto que beneficiou empresas do setor portuário em Santos (SP).

Por que é importante

A PF investiga a suposta atuação de Lima como um intermediário de propina do presidente da República

Quem ganha

A PF e o MPF. Os novos documentos podem embasar uma terceira denúncia contra Temer

Quem perde

O presidente Temer. Alvo de outras duas ações que serão retomadas assim que ele deixar o cargo

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − catorze =

Pergunte para a

Mônica.