Document
PATROCINADORES

Governo deixa Renda Brasil de lado e propõe ampliar Bolsa Família

A proposta do Orçamento 2021, enviada nesta segunda-feira (31) ao Congresso, não prevê verbas para o Renda Brasil, programa que o governo federal planeja lançar para substituir o Bolsa Família, e assim criar sua marca na área social. Mas a peça orçamentária prevê um aumento de 18,22% para o programa criado nas administrações petistas, elevando a dotação dos R$ 29,5 bilhões de 2020 para quase R$ 34,9 bilhões no ano que vem.

O incremento nos valores do Bolsa Família se deve à expectativa de aumento no número de beneficiários devido a pandemia do coronavírus. A equipe econômica estima que, em 2021, 15,2 milhões de famílias se enquadrarão nos critérios para receber o benefício. Atualmente são 13,2 milhões de famílias. O fato de o Renda Brasil não estar na peça orçamentária, não quer dizer que o governo Bolsonaro desistiu do projeto. Os estudos irão continuar e, quando finalizados, o programa será apresentado ao Congresso, podendo ser incluído no Orçamento de 2021 por meio de uma emenda.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.