Document
PATROCINADORES

Paulo Preto é condenado a 27 anos de prisão

O ex-diretor da Dersa Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, foi condenado pela Justiça Federal de São Paulo a 27 anos de prisão. Paulo é acusado na Operação Lava Jato pelos crimes de fraude em licitações e formação de cartel em obras do trecho sul do Rodoanel e no Metrô de São Paulo, durante governos do PSDB. Além dessa condenação, Paulo Preto é réu em outro processo, suspeito de desvios de verbas em reassentamentos do Rodoanel Sul.

Por que é importante

Paulo Preto já está preso desde o último dia 19 sob suspeita de operar propinas para a construtora Odebrecht

Quem ganha

O Ministério Público

Quem perde

Paulo Preto, que deve continuar preso

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.