PATROCINADORES

Para PF, ex-secretário de Alckmin orquestrou desvios em obras

A Polícia Federal prendeu nesta quinta-feira (21) Laurence Casagrande Lourenço, ex-presidente da estatal paulista Dersa e ex-secretário do governo Geraldo Alckmin (PSDB). Para a PF, Lourenço foi responsável por orquestrar um desvio estimado em R$ 131 milhões em obras do Rodoanel. Ele foi um dos 14 alvos da Operação Pedra no Caminho, desdobramento da Operação Lava Jato em São Paulo.

Por que é importante

O Rodoanel é a obra viária mais cara do estado de São Paulo

Quem ganha

Os adversários de Alckmin na corrida presidencial

Quem perde

O tucano, que precisará dar explicações

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

  1. Os canais precisam ter mais responsabilidade sobre suas pautas. Estamos em ano eleitoral. Alckmin não está envolvido nisso, Sua integridade será comprovada e ele será o nosso próximo presidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − dois =

Pergunte para a

Mônica.