Document
PATROCINADORES

Pacheco entra no PSD direto como pré-candidato à presidência

Sob aplausos de seus novos correligionários e um discurso conciliador, foi oficializada a filiação do presidente do Senado e postulante à presidência da República, Rodrigo Pacheco (MG) (imagem), que a partir desta quarta-feira (27) é do PSD de Gilberto Kassab. “O PSD que me acolhe hoje, um partido maduro, um partido que pensa o futuro do país”, disse o parlamentar em seu discurso.

A partir de agora, o mineiro será apresentado como um Juscelino Kubitschek 2.0, desafiado a romper a polarização entre o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Lula. A construção dessa imagem de gente boa começou desde o local escolhido para a cerimônia, o Memorial JK, em Brasília. O discurso também enalteceu o ex-presidente e fundador da capital: “Juscelino com seu olhar visionário que sempre sonhou um Brasil progressista”. Ele também citou o avô do tucano Aécio Neves, Tancredo, “capaz de promover a conciliação com quem fosse”.

Para Pacheco, o escolhido ao Palácio do Planalto não devem ser contra ninguém, mas a favor de um projeto de Brasil. “Como se faz a boa política?” questionou retoricamente em mineirês.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.