PATROCINADORES

Nevasca no Texas impulsiona Goldman Sachs

A congelante onda de frio que derrubou as temperaturas e sobrecarregou as redes de energia do Texas em fevereiro, deixando quase 500 mil lares e empresas no escuro – algo que não ocorria há décadas -, fez o governador Greg Abbott assinar um decreto que obrigou os fornecedores de gás natural a redirecionarem o envio do produto para dentro do estado, a fim de garantir o abastecimento em um momento de grande consumo de energia.

Após a crise, o cenário se mostrou positivo ao Goldman Sachs. O decreto deu ao banco de investimentos de Wall Street cerca de US$ 200 milhões de lucros em venda física de energia e com hedges financeiros, impulsionados pela disparada dos preços da energia. O banco não comentou o assunto.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + onze =

Pergunte para a

Mônica.