Document
PATROCINADORES

Na ONU, Bolsonaro pretende defender política ambiental do país

No tradicional discurso brasileiro de abertura da Assembleia Geral da ONU, o presidente Jair Bolsonaro deve tratar da política ambiental e dos incêndios na Amazônia e no Pantanal. Segundo a Folha de S. Paulo, Bolsonaro pretende dizer que​ são equivocadas as críticas de estrangeiros às queimadas no país e que há um exagero na imagem negativa criada no exterior sobre o assunto. O presidente deve ainda apresentar dados oficiais para argumentar que houve um recuo nos focos de calor e que o governo tem atuado para promover um desenvolvimento econômico sustentável. Os ministros Ernesto Araújo (Relações Exteriores), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Ricardo Salles (Meio Ambiente) teriam contribuído na elaboração do discurso. A fala de Bolsonaro será transmitida na próxima terça-feira (22).

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.