Document
PATROCINADORES

MPF cobra explicação do Facebook por exclusão de páginas

O Ministério Público Federal (MPF) em Goiás deu 48 horas de prazo para o Facebook explicar a remoção de 196 páginas e 87 perfis sob alegação de que eram usadas para divulgação de notícias falsas. O procurador da República Ailton Benedito cobra que a rede social envie a relação completa dos usuários bloqueados e uma explicação de cada caso. O MPF apura se houve censura no ato.

Por que é importante

Segundo a Reuters, a medida atingiu uma rede de páginas coordenada por membros do Movimento Brasil Livre (MBL)

Quem ganha

O MBL, que acusa a rede social de censura

Quem perde

O Facebook, que pode ser responsabilizado se não apresentar as respostas

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.